Independente da missão de nossa saga, seja esta de alegria ou desgraça, o Brasil tem que ser defendido!
        Programação
        12
        06

        Android - Temporizador

         
         
        
              public void refreshTimer() {
                Timer auto = new Timer();
                auto.schedule(new TimerTask() {
                    @Override
                    public void run() {
                        runOnUiThread(new Runnable() {
                            public void run() {
                                //sua rotina
                            }
                        });
                    }
                }, 0, 60000);
            }
        
        
        
        Programação
        07
        12

        MAMP APACHE - Bug no Yosemite

        Após a atualização do sistema operacional do meu IMac, notei que o Apache instalado via MAMP, parou de funcionar, segue abaixo o link do Youtube onde é mostrado a maneira de se corrigir esse erro.
         
         
         
         
        https://www.youtube.com/watch?v=brpKAM2WXhk
        Programação
        20
        11

        UBUNTU - Configuração do Servidor WEB

        UBUNTU - Configuração de um Servidor WEB (Produção)
         
         
        Softwares a serem instalados:
        Apache 2.2
        PHP 5.3
        Mysql Server;
        Fillezilla;
        Lynx;
         
        Configurações adicionais:
        Curl;
        GD;
        PHP + Mysql;
        Alteração ETC;
        Configuração de grupo;
        Configuração de CRONTAB;
        URL amigável;
         
         
        Realizaremos todas as configurações do servidor web utilizando o terminal do Linux, para evitarmos problemas execute todos os comandos como usuário root, para tanto, quando estiver com o terminal aberto digite o seguinte comando:
        sudo su
        Ao se executado esse comando solicitará a sua senha de usuário root, digite a senha.
         
        Uma vez logado como usuário root, vamos para a instalação do servidor web e de seus módulos.
         
        1.     Vamos atualizar o repositório com o seguinte comando:
        apt-get update;
        2.     Instalando o Apache 2.2 :
        apt-get install apache2.2
        3.     Habilitando o módulo rewrite no Apache:
        azenmod rewrite && sudo invoque-rc.d apache2 restart
        Reinicie o apache: service apache2 restart
        4.     Baixando um adicional para que o apache possa funcionar:
        apt-get install apache2-mpm-worker
        5.     Instalando o PHP:
        apt-get install php5
         Reinicie o apache: service apache2 restart
        5. Instalando o módulo Curl no PHP:
        Apt-get install curl libcurl3 libcurl3-dev php5-curl
        Reinicie o apache: service apache2 restart
        6. Instalando o Mysql Server:
        apt-get install mysql-server
        7. Configurando o php para trabalhar com o mysql:
        apt-get install php5-mysql
        Reinicie o apache: service apache2 restart
        8. Instalando programa de interface gráfica para o Mysql:
        apt-get install mysql-workbench mysql-workbench data
        9. Instalando prorama de interface gráfica para o PHP:
        apt-get install netbeans;
         
        10. Instalando o módulo GD no PHP:
        apt-get install php5-gd
         
        Caso precise alterar o arquivo de hosts do sistema, segue abaixo o comando:
        gksu gedit hosts
         
        Caso necessite de alterar alguma configuração no php.ini:
        nano /etc/php5/apache2/php.ini
        Após qualquer alteração, não esqueça de reiniciar o Apache:
        service apache2 restart
         
        Caso queira instalar um programa de interface gráfica para trabalhar com FTP:
        apt-get install filezilla
         
        Caso necessite criar um crontab em php eu recomendo primeiro:
        apt-get install lynx
         
        Segundo:
         
        crontab –e
         
        Faça a inserção de uma linha no arquivo de crontab:
        /usr/bin/lynx http://yourhost.com/cron.php -dump > /dev/null
        Lembrando que o arquivo será acessado via navegador.
         
        Caso queira verificar o log do crontab segue o caminho:
         
        /var/log/syslog
         
         
        Configuração de permissões do apache ao diretório da aplicação:
         
         
        Por padrão o Apache possui o usuário www-data, então adicione o diretório raiz do servidor ao usuário www-data:
         
        addgroup www-data /var/www/
         
        E depois configure as permissões do grupo para o diretório raiz do webservice:
         
        Find /var/www –type F –exec chmod 775 }}+
         
         
        Programação
        02
        10

        Mysql - Myisam Auto Recover

        A muito tempo abandonei o INNODB nas tabelas do meu modelo relacional, para usar o tipo Myisam, a vantagem desse procedimento é justamente de tornar algumas rotinas básicas de SQL mais rápidas pois no tipo Myisam o SGBD simplesmente não verifica a integridade das chaves estrangeiras, o que faz com que a escalabilidade seja melhor, é lógico que não podemos fazer tudo em nome da escalabilidade como faz o Google e seu BIG TABLE, na minha opinião o modelo relacional ainda é o correto.
         
        Mas no caso do Myisam temos um problema, esse tipo de tabela tende a gerar erros de table crashed e duplicated key com mais frequência do que tabelas do tipo INNODB, então segue uma dica que vai salvar vidas e principalmente informações:
         
        Configure sempre o seu my.ini para o SGBD fazer o auto recover das tabelas Myisam, ou seja sempre antes de abrir a tabela para efetuar as operações, o Mysql irá conferir se a tabela está com algum problema como crashed ou duplicated key.
         
        Segue breves intruções:
         
        Verificação das configurações do seu SGBD : SHOW VARIABLES
         
        Comando de auto recover a ser colocado no my.ini :   myisam-recover= DEFAULT       -  para versão superior a 5.6 utilize : myisam-recover-options= DEFAULT
         
        Localização padrão do my.ini : C:/ProgramData/MySQL/MySQL Server 5.6/my.ini
         
        Para melhor detalhes ou aprofundamento de todo o poder do Mysql recover:
         
        Mysql Recover
        Programação
        13
        09

        Mysql - Retirar dados duplicados

        Retirando dados duplicados, triplicados, quaduplicados..............
         
         
         
        ALTER IGNORE TABLE `tablea` ADD UNIQUE INDEX(campo);
        Programação
        13
        09

        Mysql - DELETE com Join

        Caso você precise de um poderoso DELETE............segue o exemplo:
         
         
         
        DELETE tableA USING tableA LEFT JOIN tableB ON tableA.foreign_id =tableB.id WHERE tableB.campo IS NULL;
         
         
         
        Agora é só substituir conforme sua regra de negócio.
        Programação
        10
        12

        Geração de Boleto - Excel de Referência

        Boa noite,
         
         
        Caso precise fazer com que sua aplicação faça a geração de boletos, segue no link abaixo um excel de referência para gerar o boleto de forma correta.
         
         
         
        www.rafaelnonato.com.br/download/boletoexcel
         
         
         
        Programação
        27
        11

        Windows 8 - tela inicial travando

          Tela inicial do Windows 8 travando, é só o inicio do que ainda há de vir de pior na informática.
         
         
        Programação
        27
        11

        Retirar o IP do servidor da Black List de Spam

         Sinceramente nunca vi vantagem em ser usuário root de diversos servidores dedicados, fora a grande responsabilidade, existem N problemas que acontecem para manter todos os serviços de um servidor Web funcionando corretamente, entre eles está a questão de evitar que seu servidor envie spam(mensagens em massas para remetentes que não autorizaram esse envio) a questão é muito séria, uma vez que um hospedagem em seu servidor começa a enviar spans, o IP do seu servidor pode ser listado na black list de Spam, uma vez listado todas as mensagens enviadas a partir desse servidor passa a ser recusado pelos servidores de destino, ou seja uma catastrofe, muitas vezes esse envio ocorre devido a uma conta de e-mail que foi hackeada, e assim o atacante munido da senha do proprietário da conta passa a enviar spans em nome da conta hackeada, e mesmo que o envio seja feito em outro servidor o IP que vai para black list é do servidor que detém o dominio da conta de e-mail fonte do envio de e-mail. 
         
         
        É muito dificil rastrear de onde estão partindo os envios, mas é muito fácil saber que as mensagens enviadas não estão sendo aceitas pelo servidor de destino, os clientes logo ligam avisando e quando isso acontece basta entrar na seguinte url:
         
         
         
        www.mxtoolbox.com/blacklists.aspx
         
         
        E colocar o IP do seu servidor e clicar em checar, ao término do processo será listado todos os serviços de black list de Spam e caso o IP do seu servidor esteja listado irá aparecer um alerta vermelho sobre o serviço que fez esta listagem.
         
         
        Para remover o seu IP da black list, basta se encaminhar para o site do serviço que listou o seu IP e solicitação a remoção, a mesma é feita sem burocracia, apenas clicando-se em links e todos os serviços sem pestanejar removem o IP.
         
         
        Mas lembre-se de resolver o problema de envio de spam, caso contrário o IP voltará novamente a ser listado, e você precisará novamente solicitar a remoção.
         
         
        O site mxtoolbox, oferece serviços de monitoramento destas black list, o avisando via e-mail e também realizando a remoção em seu nome, o que facilita bastante a vida, uma conta free tem o limite de dois IPs, já a conta profissional é bem abrangente.
         
         
        Programação
        23
        10

        IDE- Para desenvolvimento em banco de dados

        Sinceramente, nestes últimos anos tive a oportunidade de realizar tarefas complexas em banco de dados utilizando softwares não robustos como o SQL Yog, SQL Developer e outros, e softwares mais robustos como o SQL Server Developer, mas nenhum destes chegou aos pés do Navicat, um baita sofware para nenhum DBA colocar defeito, este software realiza tudo que os demais sotwares listados e não listados fazem, essa IDE está disponivel para MAC-OS, Linux e Windows e trabalha de forma maestral com os seguintes  SGBD's :
         
         
        Mysql;
        PostgreSQL;
        SQL Server;
        Oracle;
        SQL-Lite;
         
         
        Sua versão premium contempla todos esses SGBD's o preço é um tanto que salgado mas vale todo o centavo investido.
         
         
        Tipo de Posts
        Parceiros
        Feed

        Entre com o seu e-mail:

        Sobre

        Rafael Nonato Ribeiro Ferreira, graduado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas pela Uninove, programador nas linguagens PHP, JavaScript, JQuery e Java, desenvolvedor web HTML e CSS desenvolve e modela em SGBDs Mysql, PostGreSQL e Oracle, atualmente trabalha como Analista e Desenvolvedor de Sistemas, é um brasileiro, cristão, patriota filiado ao PSOL e com convicções politicas próprias conforme será mostrado em seu futuro site www.constituicaoproposta.com.br, nas horas de folga gosta de tocar seu violão e compor letras de múisca, Torço para o São Paulo e para a Portela.

        © Copyright 2012 NRF Informática Soluções. All Rights Reserved.